Zika vírus na gravidez

Zica vírus é uma doença causada pelo vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, o grande responsável pelos casos de microcefalia.




Zica vírus e gravidez

Sem dúvidas as mulheres grávidas e as tentantes sejam o grupo mais alarmado pelo aumento do número de infectados pelo temível zika vírus. Segundo o Ministério da Saúde e a Organização Mundial de saúde, a infecção causada por esse mosquito está relacionada aos casos de microcefalia que veem ocorrendo nos últimos tempos.

Para que possa entender melhor a relação entre o zika vírus e os casos de microcefalia, confira os tópicos abaixo.

O que é Zika vírus

Zika vírus é uma doença transmitida pela picada do mesmo mosquito que transmite a dengue e o Aedes eagypti. Além da zika vírus e dengue, o mesmo mosquito também transmite a Chikungunya. Os sintomas da zika vírus são parecidos com os sintomas da dengue, envolvem manchas pelo corpo, coceira, febre baixa, dor e inchaço nas articulações, dor de cabeça e aparecimento de gânglios – pequenos nódulos comuns nas mãos, punhos e pés. É comum também os sintomas demorarem até 12 dias para aparecer e, sumirem entre 2 a 7 dias.

Zika vírus

Porém, nas grávidas a zika vírus causa um dano muito maior, atingindo a placenta, afetando o bebê ainda no útero. O dano para a criança é irreversível, já que a zika causa malformações neurológicas, resultando nos milhares de casos de microcefalia registrados em 2015 e também em 2016.

Vale ressaltar que ainda há estudos sobre como as crianças são afetas pela zika vírus ainda no útero e se existe algum outro problema causado por essa mesma doença e se ela ainda pode interferir na gestação.

Como combater a zika vírus

Para combater a zika vírus é preciso combater o Aedes Eagypti. Então, as indicações são as mesmas para acabar com a dengue: evitar água – mesmo limpa – parada, não jogar lixo em terrenos ou nas vias, trocar e lavar o pote de água do seu animal de estimação, virar bocas de garrafas para baixo, descartar pneus corretamente, não acumular água em vasos de flor entre outras indicações.

Como evitar o zica vírus

Mas a forma mais importante é a conscientização do perigo que toda a população corre ao não tomar os cuidados necessários. Além disso, cuidar do meio ambiente e evitar a proliferação do mosquito é função de todos!

Como uma grávida deve se proteger

Primeiramente entenda que a zika vírus é transmitida pela picada do mosquito, então o primeiro cuidado que uma futura mamãe deve ter é se proteger contra picadas com o uso de repelentes diariamente, inclusive nas roupas, além de evitar viajar ou a exposição em ambientes com casos registrados.

É indicado também evitar andar por lugares onde há água parada ou acúmulo de lixo onde possa a vir estar contaminado pelo mosquito. O uso de telas contra mosquitos também está sendo utilizado para evitar que o Aedes entre nas residências.

Grávida passando repelente

Algumas grávidas fazem o uso de roupas com mangas compridas e calças mesmo no calor para evitar a picada. É preferível também usar roupas claras. A doença não é contagiosa, porém existem registros de zika vírus transmitida por relações íntimas, por esse motivo é indicado se proteger, mesmo com o seu parceiro, durante a gravidez.

Porém, assim que uma grávida notar alguns dos sintomas como manchas, deve procurar um médico imediatamente. No pré-natal já é possível realizar exames para saber se o bebê é saudável ou possui microcefalia. Mulheres que estão amamentando e foram diagnosticadas com zika vírus, podem – e devem – continuar amamentando sem medo, essa é recomendação da OMS – Organização Mundial da Saúde.

Quer saber mais sobre o zika vírus na gravidez? Então confira o vídeo do Youtube que separamosa para vocês:

E lembre-se que o melhor é prevenir, então é essencial tomar alguns cuidados para que o seu quintal esteja sempre limpo e livre do mosquito, além de se proteger com as dicas para evitar a picada do mosquito.

Publicado por Ananda
Revisado em 05/10/2017

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar