Home » Saúde

Suor excessivo o que fazer

É muito comum algumas mulheres transpirarem mais que o normal. Saiba no Portal Mundo Mulheres quais podem ser as causas.

Suor excessivo 1

A transpiração excessiva é mais comum do que se pensa e trata-se de um distúrbio de caráter psicológico ou orgânico, algumas pessoas sofrem com a hiper-hidrose localizada, que é o excesso de transpiração nas axilas, palmas das mãos e plantas dos pés, o medo é um fator psicológico que também desencadeia a transpiração excessiva, alguns transpiram só em pensar que terão que falar em público, por exemplo. A hiper-hidrose ou sudorese como clinicamente são conhecidas, não se caracterizam por doença, porém é um problema que incomoda bastante devido à grande quantidade de transpiração que umedece roupas ao ponto de se tornarem visíveis suas manchas de água e mesmo não apresentando consequências graves a saúde, produzem um grande mal estar social, visto a vergonha que muitos sentem ao andarem em público com as roupas marcadas de transpiração, sobretudo mulheres conhecidas por sua vaidade.

Situações de estresse e ansiedade interferem no funcionamento da glândula sudoríparas écrinas e apócrinas, assim como o sistema nervoso, que regular o suor, em pessoas com hiper-hidrose encontra-se excessivamente ativo, por isso há um aumento na produção de suor, normalmente desenvolvida em jovens de quinze a trinta anos. Muitas razões podem desenvolver a sudorese, por isso é conveniente procurar um médico, pois como já citado pode ocorrer por fatores psicológicos e orgânicos, muitas pessoas acreditam ser um problema glandular, quando na verdade o suor excessivo pode ser o primeiro sintoma desenvolvido por outras doenças, por isso se você sofre com esse problema procure por um clínico geral para que este possa lhe indicar o profissional mais habilitado para seu caso.

Infelizmente não existe ainda um tratamento definitivo que acabe com a sudorese, porém soluções simples podem reduzir consideravelmente esse incômodo como o uso de cremes anti-suor que contenham em sua composição alumínio, também o uso de talcos e absorventes de água, porém a ação desses produtos é limitada, não representando solução definitiva. Outros métodos mais agressivos existem, como a simopatectomia, que é um procedimento cirúrgico em que inabilita o nervo, evitando assim o suor, possui efeitos secundários por isso muitos médicos não recomendam, dependendo de cada caso, medicamentos tranquilizantes e inibidores do sistema nervosos podem ser usados para diminuir o descontrole das glândulas sudoríparas.

Embora a sudorese incomode até mesmo em dias mais frios, sem dúvida é no calor que ela se manifesta com maior intensidade, pois sempre que a temperatura aumenta, seja do ambiente ou do corpo, o organismo reage eliminando o calor através da transpiração, por isso procure usar roupas claras que não retêm tanto calor e de tecidos bem leves que ajudam na absorção do suor, ambientes ventilados também são aconselháveis, essas são algumas atitudes que não resolverão o desconforto, porém contribuem para a melhora do problema.

Tags: , ,
Publicado por Josi
Revisado em 10/12/2010

Compartilhar