Home » Beleza » Cabelo

Relaxamento para cabelos cacheados

O relaxamento para cabelos cacheados é indicado para definir os cachos e controlar o volume, deixando o cabelo com movimentos naturais.

Mulher do cabelo cacheado

Foi-se o tempo em que as mulheres reclamavam dos cabelos cacheados, hoje com tantos produtos no mercado que visam valorizar os cachos, os fios cacheados fazem o maior sucesso. Embora lindos, esse tipo de cabelo exige mais cuidados, pois como nascem espiralados desde a raiz, costumam ser mais ressecados em relação aos outros tipos de cabelo e por serem mais volumosos, são mais difíceis de pentear. O relaxamento para cabelos cacheados ajuda a melhorar a aparência do cabelo diminuindo o volume e dando movimento aos cachos, é um processo que solta os fios deixando-os definidos e com balanço natural.

Tipos de relaxamento para cabelos cacheados

O procedimento para relaxamento químico em cabelos cacheados é basicamente o mesmo dos alisamentos, o que difere é o tempo de ação do produto nos cabelos que é reduzido. Alguns tipos de relaxamento podem alisar os fios, principalmente se o cabelo for ondulado, se este não for seu objetivo é importante conversar com seu cabeleireiro para que este indique um produto mais adequado apenas para soltar os cachos. Segundo alguns especialistas, existem 03 tipos de produtos usados tanto alisar quanto para relaxar os fios, tioglicolato de amônia, sódio e guanidina.

Para cabelos ondulados ou levemente cacheados recomenda-se o uso de produtos a base de tioglicolato que controla o volume, reduz frizz e define os cachos. Já para os cabelos volumosos e muito crespos, recomenda-se o uso da guanidina e para os mais resistentes o sódio. É muito importante realizar qualquer procedimento químico com um profissional competente, pois os produtos quando não usados corretamente além de alisar totalmente o cabelo podem comprometer a saúde dos fios.

Mulher do cabelo cacheado 1

Creme de relaxamento para cabelos cacheados

Alguns cremes específicos podem ser usados para relaxamento em cabelos cacheados, porém qualquer procedimento feito sem a ajuda de um profissional pode comprometer a saúde e o resultado final dos cabelos. Antes de qualquer aplicação é preciso levar em consideração todos os procedimentos que já tenha feto no cabelo antes do relaxamento, inclusive tintura, pois os produtos para relaxamento são basicamente a base de guanidina, totalmente incompatível com outras químicas.

Mulher do cabelo cacheado 2

X-Tenso

Creme para cabelo x-tensoEste é um creme para relaxamento que contém amônia e ácido tioglicólico, possui textura cremosa e foi elaborado para todos os tipos de cabelos crespos, porém cabelos que já possuem químicas devem ter cuidado redobrado, PIS o produto pode ser incompatível com outras químicas.

L’oreal Force Relax

Creme para cabelo Force relaxPossui em sua composição guanidina, indicado para cabelos cacheados, crespos e muitos crespos, reduz o volume e ajuda a definir os cachos, segundo informações do fabricante, restaura a fibra capilar e fortalece os cabelos. Não compatível com químicas á base de tioglicolato e sais metálicos, por isso é preciso cuidado e orientação quanto a sua aplicação.

Salon Line Lithium

creme3Para alisar e relaxar os cabelos cacheados, segundo o fabricante o produto possui longa duração e ajuda a hidratar e tratar os cabelos.

Permanente Afro

Contém óleo de karité e queratina que ajuda a hidratar os cabelos.

O relaxamento a base de cremes não deve ser aplicado em cabelos que estejam muito danificados, antes de qualquer procedimento químico, recomenda-se o cuidado com os cabelos, para que não comprometa ainda mais a saúde dos fios com os efeitos severos da química.

Existem centros especializados no cuidado com cabelos cacheados que podem tratar os cabelos e fazer aplicações de química seguras e com resultados excelentes, procure um bom profissional e veja se seu cabelo está em condições de receber esse tipo de tratamento.

Confira no vídeo mais dicas e informações para ter um cabelo cacheado de dar inveja.

Tags: , ,
Publicado por Yane
Revisado em 19/07/2013

Compartilhar