Home » Saúde » Gravidez

Grávida pode pintar o cabelo?

Uma dúvida muito comum entre as gestante é se durante esse período pode pintar os cabelos. Saiba a resposta no Mundo Mulheres.

Pintando o cabelo

A gravidez propicia verdadeiras mudanças para mulher tanto em seu corpo quanto em sua vida e é justamente nesse período em que muitos nos vêem mais bonitas, embora algumas não compartilhem da mesma opinião, mulher grávida é mulher mais bonita e nesse período os cuidados com a beleza devem ser redobrados e como toda mulher vaidosa que se preza, uma pergunta aflige as futuras mamães adeptas a tintura, pode ou não pode tingir os cabelos durante a gestação?

Trata-se de um assunto bastante controverso visto que alguns especialistas minimizam o fato enquanto outros são totalmente contrários. Em geral durante a gestação os cabelos tendem a ficar mais bonitos, diminui-se a queda, pois os fios permanecem em fase de crescimento sendo estimulados pelos hormônios estrogênio e progesterona o que os torna mais espessos e avolumados.

O Ministério da Saúde, junto a Sociedade Brasileira de Dermatologia não recomenda o uso de tinturas, escovas progressivas, permanentes, dentre outros procedimentos químicos durante o tempo de gestação, pois acreditam que alguns componentes químicos contidos nesses produtos tais como o chumbo, alumínio e cobre, possam gerar má formação no feto, por isso muitos especialistas são contra o uso desses produtos na gravidez, embora não comprovado cientificamente, pois não há como realizar pesquisas com esses produtos na gestação, visto o perigo que seria para mamães e bebês, as consequências permanecem desconhecidas, diante disso não há como afirmar que essas substâncias possam passar pelo couro cabeludo, cair na corrente sanguínea, atingindo o leite materno, o que geraria má formação.

Enquanto alguns médicos se fiam a essa explicação, outros já liberam o uso, pois acreditam que a absorção do couro cabeludo para o sangue é mínimo, sendo assim a quantidade de substâncias tóxicas seria insuficiente para causar algum dano ao feto, embora aprovem o uso, há uma restrição, pois a química deve ser utilizada somente após o primeiro trimestre gestacional quando nessa fase alguns dos órgãos mais importantes do bebê já estão formados e os riscos de aborto espontâneo são bem menores, mas antes de tingir as madeixas é importante conversar com seu obstetra e avaliar os prós e os contras.

Além da questão que envolve possíveis danos ao bebê, durante a gestação as mulheres estão mais propensas a desenvolverem algum tipo de reação alérgica ao uso de alguns produtos, pois durante a gestação ocorre uma diminuição da imunidade celular, essa queda é o que deixa muitas mulheres suscetíveis a manifestações alérgicas e a infecções, que pode se desenvolver de forma mais leve como sendo apenas coceira, irritação ou vermelhidão ou atingir quadros mais graves como choques anafiláticos.

Muitas mamães vaidosas encontram, porém uma forma de driblar a proibição, recorrendo a mechas, luzes ou reflexos, como é aplicado com touca, o produto não entra em contato com o couro cabeludo, tornando-se uma boa opção, mesmo assim só se recomenda o procedimento após o primeiro trimestre gestacional. Outros métodos podem ajudá-la a passar por essa fase sem coloração, como um corte novo e bem bonito, enfeites como tiara, faixas, presilhas, podem valorizar seus atributos naturais, aproveite esta época mágica de grandes mudanças para mudar também.

Tags: , ,
Publicado por Josi
Revisado em 15/10/2010

Compartilhar