Home »
Warning: Use of undefined constant multiple - assumed 'multiple' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/mundomulheres/public_html/wp-content/themes/k180928/templates/content-single.php on line 3
Beleza » Pele

Dermatite atópica e seborreica diferenças

É comum as pessoas confundirem o problema Dermatite Atópica e a Seborreica. Saiba quais as diferenças no Portal Mundo Mulheres.

Mulher em dúvida

Nossa pele pode revelar muito sobre nós, considerada o maior órgão do corpo humano merece atenção e cuidados especiais, pois a pele é como se fosse nossa “embalagem”, nos protegendo contra inúmeros micróbios e raios nocivos, atuando como moldura para o tato, regulando nosso fluxo sanguíneo, definindo nossa individualidade. A pele é extremamente importante, pois é dela a função de respirar e produzir secreções que nos protegerá de diversos males, porém como fica exposta, muitas doenças podem acometê-la como a dermatite, que está entre as cinco doenças de pele mais comuns. Porém o que muitos não sabem é que a dermatite pode se apresentar de duas formas distintas a ATÓPICA e a SEBORRÉICA, vamos entender as principais diferenças entre elas:

A DERMATITE ATÓPICA atinge cerca de 3,5 milhões de brasileiros, sendo mais comum em pessoas portadoras de asma e rinite alérgica, pois se caracteriza por uma inflamação crônica que apresenta erupções e crostas geralmente na face, braços, mãos, pernas, pés e couro cabeludo, como a coceira não é tão intensa quase não há riscos em a pessoa ferir-se ou infectar as lesões. Muitos estudos foram realizados visando descobrir as causas que levam a dermatite atópica e entre eles está o fator genético, porém banhos quentes e o atrito com a toalha ao secar-se pode gerar um ressecamento na pele, ocasionando assim as lesões. Outro fator comprovado e que é responsável pelo agravamento da doença é o estresse, este faz surgir mais feridas aumentando a coceira.

O tratamento da dermatite atópica é realizado com o uso de pomadas e cremes compostos a base de corticóides e anti-histamínicos orais para combater a coceira, antibióticos podem ser prescritos no caso de haver infecções, também a exposição do paciente a luz ultravioleta combinada a doses orais de psoraleno. Atualmente novas descobertas vêm sendo feitas a respeito do combate a doença, por isso em alguns casos imunomoduladores de uso local como pimecrolimus e o tacrolimus podem ser usados, permitindo assim um melhor controle da doença.

Já a DERMATITE SEBORREICA atinge 18% da população mundial, sendo comum em pessoas de 18 a 45 anos, caracterizando-se por uma inflamação da pele que ocasiona vermelhidão, descamação e coceira intensa em locais de maior concentração de glândulas sebáceas, como face, redor do nariz, sobrancelhas, atrás das orelhas, peito e também no couro cabeludo, acarretando na conhecida e popular caspa. As causas que originam a dermatite seborreica cientificamente ainda não foram comprovadas sendo de origem desconhecida, porém suspeita-se que devido a um descontrole na produção excessiva das glândulas sebáceas o fungo Pityrosporum encontre condições favoráveis para se reproduzir, também já se sabe que clima seco e alterações hormonais contribuem para uma piora no quadro, assim como estresse elevado.

Para o tratamento são prescritos xampus compostos a base de enxofre, cetaconozol e piritionato de zinco, também loções capilares compostos de ácido salicílico, cetoconazol, resorcina e uréia, além de anti-inflamatórios e antifúngicos de uso orais. Para reduzir a coceira e descamação, laser de baixa frequência pode ser usado auxiliando assim no tratamento.
A dermatite apesar de ser considerada uma doença comum e não oferecer grandes riscos a saúde precisa ser tratada o quanto antes, pois além da coceira indesejável pode muitas vezes provocar problemas estéticos, principalmente em locais visíveis, acarretando além de constrangimentos, prejuízos na vida social e profissional, por isso a qualquer sinal de que algo não esteja bem, procure um médico.

Tags: , , ,
Publicado por Josi
Revisado em 27/01/2011

Compartilhar