A chegada do bebê

Saiba o que fazer e como agir com a chegada do bebê, não deixe que seu casamento seja abalado e encare essa nova fase naturalmente.

A chegada do bebê

A maternidade é com certeza um momento muito especial na vida do casal, uma fase marcada por várias mudanças e adaptações que serão sentidas ao longo de vários meses e até mesmo anos, por isso que a decisão de se ter um filho deve ser bem planejada, pois após a chegada do bebê com certeza a vida de ambos não será mais a mesma.
As primeiras mudanças começam a ocorrer logo nos primeiros meses, serão mudanças tanto físicas quanto emocionais, pois o corpo da futura mamãe logo começará a se modificar e seu organismo ao tentar se adaptar a um desequilíbrio hormonal, natural nos primeiros meses de gestação, reagirá provocando enjoos, náuseas, azias, sonolências, entre tantos outros sintomas tão comuns nos primeiros meses. Ao confirmar a gravidez é fundamental que se inicie um acompanhamento médico, visando cuidados e uma melhor qualidade de vida, tanto para o bebê quanto para a mamãe.
Com o avanço da gravidez o corpo se modifica totalmente, adaptando-se a uma nova vida que está sendo gerada e embora esse seja um momento muito especial, é comum a muitas mulheres, inclusive as mais vaidosas, sentirem-se feias e gordas, comprometendo assim sua autoestima e muitas vezes até mesmo o relacionamento do casal, nesses casos é fundamental o carinho do companheiro em relação a sua mulher, mostrando a ela o quanto continua bonita e desejável, afinal todos nós sabemos o quanto uma mulher grávida é especial.

Ao voltar com seu bebezinho para casa outra fase de adaptação terá início, muitas vezes você sentirá a necessidade de se desdobrar em duas, três ou mais, tudo para que não falte nada a seu pequenino, nessa fase são comuns à alternância de dúvidas, medos, mesclado a momentos de muita alegria, o corpo novamente passará por modificações, pois com os hormônios voltando à antiga produção muitas mulheres sentem-se ansiosas, confusas e extremamente sensíveis.
No começo tudo parecerá mais difícil, como você estará conhecendo as necessidades do seu bebê, o choro muitas vezes poderá trazer sentimentos de frustração por não saber identificar o que ele está querendo ou precisando, porém lembre-se que tudo é uma questão de adaptação e logo conseguirá identificar sem dúvidas as reais necessidades do seu filho. Nessa fase é normal surgir uma insegurança paterna e até mesmo ciúmes por parte do marido e de filhos mais velhos, embora seja normal e por mais atarefada que você se encontre, de um jeitinho e faça-se presente em todas as ocasiões que exijam sua atenção, com o tempo todos se adaptarão a presença de mais um membro na família.
O aleitamento materno no começo parecerá tarefa complicada, pois é comum muitos bebes não querer mamar, porém corresponda-o sempre que ele desejar mamar e só pare de alimentá-lo quando ele não quiser mais. Lembre-se que seu sono será comprometido, pois com certeza serão várias mamadas durante a noite, para evitar o cansaço, estresse e repor as energias, tente descansar nos intervalos em que o bebê estiver dormindo, fazendo uma sesta nas horas vagas, quando o bebê começar a mamar na mamadeira, estimule o papai a lhe ajudar, para que assim ambos estejam bem dispostos no dia seguinte.
Sempre que possível inclua o papai nas tarefas diárias com o bebê, fazendo-o sentir-se útil e necessário também ao filho, muitas vezes nós mulheres somos responsáveis pelo afastamento e crise de ciúmes sentidas pelos pais após o parto, pois estreitamos tanto o laço afetivo entre mãe e filho que muitos não conseguem espaço.
O diálogo é fundamental em todos os momentos na vida do casal, ainda mais com a chegada do bebê, é importante conversarem e decidirem sobre tudo juntos, desde o local onde ficará o berço, banho, etc. E lembre-se de exercitar sua independência, retomando aos poucos sua antiga rotina, saindo com marido, amigos, buscando sempre orientação para as dúvidas e medos.
Dessa forma com certeza, além de uma gravidez saudável e bastante tranquila, você estará segura para a chegada do bebê, fazendo disso um acontecimento muito feliz. Boa sorte!

24/06/11 por Josi

   

Mais informações por email

Comentar