Vacinação gestante Ministério da Saúde

Algumas vacinas podem ser aplicadas durante a gestação, garantindo uma maior proteção e segurança tanto para mamãe quanto para o bebê.

Mulher grávida conversando com médicaAs vacinas são a forma mais eficiente para a prevenção de diversas doenças, pois elas nos imunizam através da produção de anticorpos, criando defesas naturais em nosso organismo contra as infecções. Embora a vacinação seja importante, algumas vacinas aplicadas em gestantes costumam causar certo receio entre as futuras mamães, visto que nesse período os cuidados com ingestão ou aplicação de qualquer produto ou substância devem ser redobrados, porém algumas vacinas podem aumentar a proteção tanto da mamãe quanto do bebê, oferecendo mais segurança durante a gestação.

Quais vacinas são permitidas?

Mulher grávida recebendo vacinaUma vacina com eficácia bastante comprovada é a antitetânica, antigamente o tétano neonatal foi causa de muitas mortes, visto que a doença inicia-se na primeira semana de gestação, além da antitetânica outra vacina que deve ser administrada em conjunto é contra a difteria, conhecida como DT (dupla tipo adulto contra difteria e tétano) que fazem parte do calendário nacional de vacinação do Ministério da Saúde.

         

Toda gestante deve se vacinar?

Mulher grávida com dúvidaPara as gestantes que desconhecem seu passado vacinal a recomendação é a aplicação de 3 doses com intervalos de dois meses entre elas, sendo que a última dose deve ser aplicada com pelos duas semanas de antecedência antes do parto, porém evita-se iniciar as vacinas no primeiro trimestre da gestação, por ser um período que inspira maiores cuidados, a ocorrência de algum problema poderia ser inadvertidamente atribuído as vacinas, embora não tenha sido relatado qualquer problema com a gestação ou com o feto em decorrência das vacinas.
Já paras mulheres cientes do seu passado vacinal, recomenda-se uma dose como reforço para as grávidas vacinadas há mais de 5 anos, objetivando reforçar os anticorpos no organismo que passam pela placenta protegendo o bebê contra essas duas doenças.

Segundo os profissionais, a vacinação em gestantes trouxe grandes avanços como a erradicação do tétano neonatal e o próprio procedimento de vacinar gestantes, antes ignorado pela sociedade. O ideal é que as mulheres mantenham-se atentas ao calendário de vacinação antes de engravidarem, pois dessa forma já estariam imunizadas vivenciando uma gestação tranquila e sem riscos. Outras vacinas podem ser aplicadas em grávidas, caso a situação seja de risco, porém seja de risco ou não o ideal é conversar com seu médico para que este avalie e recomende, se for o caso.

Assuntos Relacionados

0 voto



Josi
13/04/12


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook

X
Curta a página