Triglicerídeos altos como baixar

O triglicerídeo está presente em quase 90% da nossa alimentação. Veja o que pode elevar as taxas e o que fazer para baixar os níveis.

Triglicérides alto

Assim como o colesterol, o triglicerídeo alto é silencioso e não apresenta sintomas, sendo identificado somente através de exame de sangue. Trata-se de moléculas de gordura que têm como principal função produzir energia para o bom funcionamento do nosso organismo. Quando consumimos mais energia do que gastamos, essa energia que sobra se transforma em gordura, que é armazenada nas células adiposas e também nas células musculares.

                       

Por se tratar de um tipo de gordura, o triglicerídeo está presente em quase 90% da nossa alimentação, proveniente da ingestão de carboidratos. Ao nos alimentarmos de forma inadequada, consumindo alimentos gordurosos, aumentamos as chances de ocorrerem alterações dessas gorduras contidas no sangue. Portanto, a frase “somos o que comemos” é muito verdadeira.

Além do consumo de alimentos gordurosos, o sedentarismo, o excesso de peso e o consumo exagerado de doces, massas, álcool e pão branco estão entre as principais causas que fazem o triglicerídeo disparar, sendo necessário tratamento médico para baixar as taxas.

Para baixar triglicerídeos altos

Salada

O triglicerídeo alto pode se originar de duas formas: pela ingestão de alimentos ricos em gordura ou sendo sintetizado pelo nosso organismo. Dessa forma, a primeira recomendação médica para se baixar as taxas de triglicerídeos é uma dieta saudável e adequada. Porém, para que isso ocorra efetivamente não basta simplesmente uma alimentação pobre em gordura e carboidratos, sendo necessária também a prática de alguma atividade física.

Em alguns casos, somente a mudança no estilo de vida e os cuidados na alimentação já são suficientes para se baixar os níveis altos de triglicerídeos no sangue, já em outros casos mais severos, medicamentos também podem ser prescritos. Seu uso ajuda a diminuir a quantidade de gordura, evitando complicações no pâncreas. O consumo de bebidas alcoólicas deve ser totalmente evitado durante o tratamento.

Riscos de triglicerídeos altos

O triglicerídeo alto, quando não tratado, aumenta o risco de doenças cardíacas, sobretudo quando associado ao colesterol alto. Pode provocar descontrole na diabete e causar inflamação no pâncreas e hepatoesplenomegalia, que é o aumento do fígado e do baço.

Sistema cardíaco

Segundo estudos, o triglicérides alto aumenta consideravelmente os riscos de um AVC isquêmico, o popular derrame, por isso baixar as taxas elevadas é fundamental através do cuidado com a alimentação. Aumente o consumo de fibras encontradas em frutas e hortaliças, invista em cereais integrais como arroz integral, pão integral, aveia e grãos inteiros e consuma alimentos ricos em vitamina C e E, como hortaliças de cores amareladas e alaranjadas, alimentos de folhas verdes escuras e frutas como a laranja e a acerola.

Sintomas de triglicerídeos altos

O triglicérides alto não apresenta sintomas perceptíveis, sendo muito difícil seu diagnóstico até que se manifeste alguma complicação mais grave como doenças cardíacas e complicações cardiovasculares.

Como não há sintomas específicos, muitos pacientes sofrem sem saber, sendo mais dificultoso baixar as taxas ao ser diagnosticado. A melhor forma de prevenção, com procedimentos mais simples, é através de uma série de exames médicos que devem ser feito todos os anos, o chamado “check up”, pois somente através de um exame de sangue, feito em jejum, é que se tem um diagnóstico.

Exame de sangue

Fique atento quanto ao resultado: se o triglicérides estiver acima de 200. o nível é considerado perigoso e alto e requer um acompanhamento médico urgente. Se estiver abaixo de 200, os níveis se encontram dentro do padrão desejável. Porém, um nível muito abaixo de 200 não é recomendável, necessitando de tratamento e acompanhamento médico também.

O triglicérides costuma ser ignorado por muitos, mas quando não controlado a ponto de se baixar as taxas, trata-se de um problema sério que aumenta as chances de desenvolvermos várias outras doenças. Por isso, cuide de sua saúde realizando exames periódicos, alimente-se bem, pratique esportes e terá uma vida longa e muito mais saudável.

Assuntos relacionados à alimentação

2 votos



Josi
01/12/10


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook
  1. Adoro comer coco… principalmente a noite… tem consequencias? meu trigliceres está a700…

    Claudia Sousa
    13/02/14 às 12:21 am
  2. gostei muito da informação sobre triglicerídeos.Esclareceu minhas duvidas.

    francy
    05/02/14 às 9:59 pm