Roer unhas causa e tratamento

O hábito de roer as unhas é mais que constrangedor é um vício, causando grandes problemas com as unhas e com o próprio dedo.

Roendo as unhas

Roer unhas parece ser um desejo incontrolável para muitas que padecem desse mal, surge em várias ocasiões durante o dia, durante um filme de suspense, antes das provas, a espera de um telefonema importante, um ato de ansiedade e que se torna automático, muitas vezes as pessoas que roem unhas nem se dão conta e só percebem que estão com os dedos na boca, quando sentem dor ou diante das inevitáveis broncas dos familiares.

                       

O hábito de roer unhas é conhecido como onicofagia, e segundo alguns psicólogos, o ato na maioria das vezes é inconsciente e funciona como alívio para muitos sentimentos dentre eles a ansiedade e a insegurança, pode se manifestar desde a infância por volta dos quatro anos de idade e manter-se durante toda idade adulta, por ser um hábito compulsivo é difícil de ser controlado, esse ato além de deixar as mãos com um aspecto horrível, pois provoca sangramentos e inflamações na unha, também pode comprometer a saúde por facilitar a entrada de muitas bactérias que se encontram em baixo da unha em nosso organismo, como as pessoas que roem unhas ficam quase que o tempo todo com as unhas na boca, podemos imaginar a quantidade de bactérias que se está ingerindo diariamente, além disso, estão suscetíveis a contrair inflamações e micoses nos dedos, causando deformidade e até a destruição total da unha.

Parar de roer unhas é uma tarefa que exige do indivíduo bastante disciplina e muita força de vontade, é preciso se policiar a todo tempo para não se deixar levar pela tentação em roer um “tiquinho” da unha que seja. Para eliminar esse hábito ruim da sua vida o primeiro ponto é identificar os momentos que te fazem roer unhas, como o ato está ligado a sentimentos, perceba se leva as mãos a boca quando está mais tensa, depressiva, ansiosa, triste, cansada, distraída ou alegre, dessa forma você saberá identificar o momento em que está mais propenso a roer as unhas, assim será mais fácil controlar-se. Ao identificar esse ou esses momentos, ao primeiro impulso de roer as unhas tente relaxar, uma boa dica são alguns exercícios de respiração que tem por finalidade aliviar as tensões, respire lentamente, inspire o ar em quatro tempos e expire em cinco, repita tantas vezes achar necessário, esse exercício respiratório promove um aumento de oxigenação e alivia a ansiedade.

Além dos exercícios respiratórios outros métodos podem ser utilizados para inibir o desejo de roer as unhas, portanto procure mantê-las lixadas e aparadas, as mulheres têm os esmaltes coloridos a seu favor, que podem servir como lembretes de unhas bonitas e bem feitas que demonstram cuidado, preocupação com a estética e higiene. Outra alternativa é procurar ajuda médica, pois existem alguns cremes específicos e com gosto amargo, anti sépticos locais e cremes antimicrobianos que por causar desconforto ao paladar podem repelir o hábito de roer unhas, todos são prescritos somente por profissionais.

Para todas que queiram vencer o impulso de roer unhas a dica principal é à força de vontade, a paciência e a calma, ter em mente que além da aparência estética, que para toda mulher é muito importante, a saúde vem em primeiro lugar, para os casos mais sérios de onicofagia o tratamento psicológico é o mais indicado, uma vez que o hábito de roer unhas está ligado ao emocional é preciso tratar das causas para se obter a cura.

1 voto



Josi
20/09/10


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook