Peeling tipos e benefícios

Peeling tipos e benefícios

Ficar com a pele sempre macia, livre dos problemas causados pela idade, sem espinhas, marcas de expressão, com certeza é o sonho da maioria das mulheres, vaidosas assumidas que se preocupam em manterem-se sempre belas.
Com o avanço da medicina, surgem novos procedimentos estéticos que prometem manter a aparência sempre jovem, eliminando manchas e rugas, é o caso do peeling, um tratamento feito através de esfoliações ou aplicações de substâncias químicas capaz de corrigir marcas, pequenas rugas e manchas, rejuvenescendo a pele.
O peeling ainda é indicado no tratamento de pele oleosa, pois reduz a oleosidade, diminui cicatrizes causadas por acne, clareia sardas, manchas de sol e manchas provocadas pela idade, disfarça aparência de estrias, elimina rugas finas e marcas de expressão, melhorando consideravelmente a textura e a aparência da pele.
A melhor época para se fazer peeling é durante o inverno, pois o tratamento consiste na retirada de uma camada superficial de pele, que através de células com capacidade de reprodução logo se regeneram, a pele recebe assim um novo aspecto, como esse procedimento deixa a pele do rosto extremamente sensível, não se deve tomar sol, por isso o inverno é considerado a melhor época devido aos dias pouco iluminados o que se torna ideal para recuperação da pele.
Antes de sair por aí desfilando um rosto mais jovem é preciso atenção, principalmente a saúde, pois existem vários tipos e intensidades de peeling, para saber se sua pele está preparada para esse tratamento, qual melhor procedimento se aplica a você e quais cuidados devem ser tomados antes e após cada sessão, atente-se a alguns fatores:
Quanto ao tipo de tratamento existem:
Peeling químico- feito através de aplicações de ácidos como o retinoico, salicílico ou fenol.
Peeling físico que não se utiliza de nenhum processo químicos e sim de técnicas de esfoliação que pode ser feito por MICRODERMOABRASÃO, popularmente conhecido como peeling de cristal, que é uma esfoliação feita na pele com microcristais de óxido de alumínio, reduzindo pequenas rugas e manchas, melhorando consideravelmente a textura da pele.
Outra técnica utilizada para o peeling físico é por DERMOABRASÃO feito com o uso de lixas de alta rotatividade capaz de remover cicatrizes e até mesmo tatuagens.
Peeling a laser, este tratamento deve ser evitado por mulheres de pele morena, pois suas manchas demoram um pouco mais para desaparecer, trata-se de uma “queimadura” uniforme na pele capaz de ótimos resultados.
O peeling ainda se define pela intensidade que pode ser superficial, médio ou profundo, porém somente o médico poderá indicar o grau de intensidade, visto que existem alguns fatores que devem ser considerados como idade, textura atual da pele, entre outros. O peeeling não é feito da noite para o dia, é necessário preparar a pele para a aceleração da renovação, por isso duas ou três semanas antes de iniciar as sessões de peeling, os dermatologistas indicam o uso de cremes a base ácido retinóico, ácido glicólico, hidroquinona e vitamina C, durante este tempo o médico notará prováveis reações alérgicas ou irritações em relação aos produtos.
É importante ressaltar que para se atingir os objetivos desejados é de suma importância que o paciente siga corretamente as orientações passadas pelo médico, após as sessões de peeling deve evitar sol por pelo menos dois meses e durante esse período usar diariamente protetor solar fator 30 ou mais, reaplicando-o várias vezes ao dia, inclusive em das nublados e de permanência dentro de casa.
Como a pele fica sensível e ocorre uma leve descamação os cuidados em relação à maquiagem devem ser redobrados, visto que alguns produtos podem provocar irritações.
Nunca puxe as casquinhas, pois podem causar cicatrizes e não use nenhum produto esfoliante.
Cremes e pomadas somente recomendadas pelo seu médico, não depile a região tratada por pelo menos dez dias após o peeling, evite antissépticos bucais e cremes dentais com flúor, pela sensibilidade da região ao redor da boca, fuja de loções a base de ácido salicílico e cremes compostos a base de ácidos ou vitamina K. Não tome banhos quentes e muito demorados.
Embora sejam raras as reações negativas causadas pelo peeling, recomenda-se ser feito todo e qualquer procedimento estético em clínicas especializadas, com profissionais experientes e conceituados, o tratamento de peeling profundo deve ser realizado em hospitais, a fim de evitar riscos desnecessários.

                       
Nenhum voto, seja o primeiro


Josi
23/09/10


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook