Papanicolau exame ginecológico

Papanicolau exame ginecológico

Toda mulher que frequenta um ginecologista já ouviu falar ou sabe da importância do papanicolau, um exame essencial a saúde da mulher. Trata-se de um exame simples e rápido que tem reduzido muito as mortes por câncer de colo de útero, além de prevenir outros tipos de problemas como as infecções. Mas apesar de tantos benefícios, menos da metade das brasileiras fazem ou mantém anualmente o exame e isso ocorre devido a medo, ansiedade ou pura falta de informação.

                       

O nome do exame vem em homenagem ao médico grego George Papanicolaou que o criou em 1940 e toda mulher com ou sem relações deve fazê-lo anualmente, no mínimo uma semana antes da menstruação ou dez dias após. O exame é feito pelo ginecologista que colocará um aparelhinho na entrada do órgão feminino, é apenas incômodo, porém algumas podem sentir um pouco de dor, mas nada assustador ou insuportável. Normalmente a dor ocorre quando a mulher não se senti relaxada.

Este aparelho que é introduzido no órgão serve para visualizar o colo do útero, então é feita uma pequena raspagem das células para serem analisada para que venha a identificar possíveis infecções, também através dela é possível diagnosticar o câncer, o médico também poderá fazer toques, para examinar os órgãos internos, sendo muito importante para detectar diversas outras doenças. As mulheres que ainda não tiveram relações devem avisar ao médico ANTES de fazer o exame, pois para estas serão necessárias outras técnicas, mas não deixe de fazer.

O papanicolau deve ser feito pelo menos uma vez ao ano, mas caso surja algum problema ginecológico, como um corrimento, por exemplo, mesmo depois de feito o papanicolau, este pode ser repetido. O exame não dói desde que esteja relaxada e que confie em seu médico, caso exista receio, dúvida ou medo, converse com seu ginecologista. Alguns cuidados são necessários antes do exame, para que o material não seja contaminado, tais como não ter relação pelo menos dois dias antes do exame, evitar duchas íntimas, não usar qualquer creme ou medicação no órgão.

Dessa forma estaremos contribuindo com um resultado preciso, que geralmente são fornecidos por classes que variam de I a V, podendo descrever lesões, porém o resultado deverá ser analisado exclusivamente pelo médico, que poderá dependendo do caso vir a prescrever medicamentos. Mais que identificar doenças sérias, o exame ginecológico é uma ótima oportunidade de conversar com seu médico sanando dúvidas a respeito de câncer, menopausa dentre tantos outros problemas que nos afligem, através desse exame muitas doenças podem ser descobertas prematuramente sendo possíveis tratamentos simples e menos agressivos a mulher, por isso mantenha o papanicolau em sua rotina de exames anuais.

1 voto



Josi
01/11/10


Mais informações por email.