Mães de filhos hiperativos

Se seu filho é uma criança muito agitada e desatenta, pode ser que seja hiperativo. Entenda mais sobre o assunto no Mundo Mulheres.

mãe observa o filho

Algumas crianças parecem ser ‘elétricas’, correm, pulam de um lado para o outro, sobem em lugares altos, perdem objetos, gritam o tempo todo e não prestam atenção. O sono nem sempre é tranquilo, na escola vivem aprontado, e não é raro envolverem-se em brigas e confusões. Nesses casos as mães costumam entrar em choque sem saber o que fazer com os filhos.

Caso o seu filho apresente essas características existe uma grande possibilidade de que ele seja hiperativo. A hiperatividade é uma síndrome denominada Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH).

Mais sobre mães de filhos hiperativos

O que é um filho hiperativo

A síndrome costuma ser mais frequente entre meninos, a hiperatividade costuma diminuir normalmente até os 18 anos. É importante afirmar que nem toda criança portadora da síndrome possui a hiperatividade acompanhada pelo déficit de atenção, algumas são apenas hiperativas ou desatenciosas. A preocupação deve ser maior com crianças que apresentarem um grau de déficit de atenção mais elevado que a própria hiperatividade.

Uma criança hiperativa é aquela que normalmente costuma ser mais agitada que o restante de sua idade, que possui dificuldades para se concentrar em apenas uma atividade e não consegue ficar quieta. O filho hiperativo não é uma criança má, estúpida ou preguiçosa. Ele pode não conseguir ficar sentado no sofá da sala assistindo a TV, ou passar horas a fio na frente do computador ou vídeo game, no geral ele age de forma diferente das demais crianças, é inconstante e em alguns casos tem algum grau de dificuldade nas relações de amizade.

Normalmente mães de filhos hiperativos possuem mais dificuldade em disciplina-los, tornando-se um desafio para os pais e professores, no entanto todas essas diferenças no comportamento não impedem que o filho hiperativo ame os pais e também queira ser amado e tratado com carinho.

Como diagnosticar a hiperatividade

Nesses casos o acompanhamento do profissional da saúde especializado em TDAH é indispensável, pois somente a avaliação do médico poderá determinar se existe ou não a hiperatividade.

Alguns estudos indicam que a hiperatividade pode se manifestar já nos primeiros meses, ou seja, aquele bebê agitado que quase não dorme e está sempre choramingando, pode ser um bebê hiperativo. O comportamento da criança portadora do Déficit de Atenção com Hiperatividade dá sinais claros que indicam a presença da síndrome, por isso é de extrema importância os pais observarem atentamente o desenvolvimento dos filhos ao longo dos primeiros anos de vida.

No entanto é preciso muita cautela antes de afirmar com toda certeza que a criança é hiperativa, algumas vezes a negligencia dos pais em relação à educação dos filhos ou a falta de limites, faz com que a criança apresente comportamento desajustado que pode vir a ser identificado erroneamente como se fosse hiperatividade.

Tratamento para a hiperatividade

Tratar a criança hiperativa requer muita paciência, disciplina e amor por parte dos pais e familiares. A missão é desafiadora e cabe ao casal unir forças para lidar com a situação agindo em conjunto com firmeza e dedicação. O uso dos medicamentos prescritos pelo médico e o tratamento psicológico adequado somado à ação firme e determinada dos pais sempre geram resultados positivos que tornam a vida da criança mais saudável e alegre.

Aos pais cabe ainda a tarefa de estabelecer normas que irão ser aplicadas no dia a dia, tais como agendar horário para a realização das tarefas diárias, acompanhamento do desenvolvimento escolar e principalmente estimular a criança através de elogios e palavras de incentivo evitando as críticas e toda e qualquer forma de agressividade.

A hiperatividade pode ser confundida com problemas comportamentais ou outros tipos de doenças que podem afetar o comportamento da criança. Por este motivo para identificar se seu filho é hiperativo é necessário um diagnóstico médico e um acompanhamento adequado.

Assista o vídeo e veja algumas dicas de como identificar se seu filho é uma criança hiperativa e tratamentos

Saiba mais informações sobre mães de filhos hiperativos

30/08/13 por Joao Romao

   

Mais informações por email

Comentários

  1. Gostava de saber se existe alguma ajuda na escola para os meninos com hiperatividade com défice de atenção.

    jacinta araujo

    21/04/16

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Instagram
YouTube
Facebook