Importância da amamentação para a mãe e o bebê

O leite materno é o alimento mais completo para o bebê até os seis meses, contendo todas as proteínas, vitaminas, gorduras e água.

Amamentação materna

O leite materno é considerado uma super proteção para o bebê, segundo pesquisas crianças que receberam o leite da mãe nos primeiros seis meses de vida são muito mais resistentes a infecções, doenças, alergias e até mesmo cólicas que são bem comuns nos primeiros meses do recém nascido. Além disso, a amamentação pode trazer outros benefícios tanto para a mãe quanto para o bebê. Saiba mais nos tópicos abaixo.

Os benefícios do leite materno

O leite materno é considerado o alimento mais completo para os bebês, pois nele encontra-se todas as proteínas, vitaminas, água, gordura e outros benefícios necessários para o desenvolvimento do bebê. Além disso, o leite materno contém elementos que o leite de vaca, cabra entre outros não conseguem incorporar como os anticorpos e glóbulos brancos. Por esse motivo que o leite da mamãe protege o bebê de algumas doenças e infecções.

Mais sobre importância da amamentação para a mãe e o bebê

Bebê forte

Importância da amamentação para o bebê

A amamentação é muito importante para o desenvolvimento do bebê, tanto que tem até uma semana especial no calendário que vai do dia 1 ao dia 7 de agosto que é chamada de Semana Mundial da Amamentação. Essa semana frisa a importância que o leite materno pode fazer na vida de uma criança, além de estimular as mães a praticarem esse gesto de amor e esclarecer as principais dúvidas sobre o aleitamento. Dentre os benefícios da amamentação podemos destacar:

Mãe e bebês

Fortalece a imunidade

O leite materno contém células de defesa e anti-infecciosos capazes de proteger o organismo do bebê. Está comprovado que as infecções comuns nos primeiros meses de vida, como a otite, são menos frequentes em bebês que são amamentadas com leite materno.

Diminui o risco de alergias

Os bebês que são alimentos com o leite materno nos seis primeiros meses têm menos chances de desenvolver alergias como a asma, rinite, chiados e catarro persistente. Uma pesquisa que foi desenvolvida pela Universidade de Southampton, Inglaterra, mostrou que as crianças que são amamentadas tinham um funcionamento melhor dos pulmões.

Diminui as cólicas

Os recém-nascidos que são amamentados exclusivamente com o leite materno apresentam menos problemas com cólicas. Isso ocorre porque o leite materno é constituído pela globulinas que é um tipo de proteína de fácil digestão, então o leite não fermenta tanto para ser digerido, produzindo menos gases e assim evitando cólicas. Outro fator que também facilita as cólicas em bebês é a ingestão de ar, que é muito maior com a mamadeira do que no peito.

Combate à anemia

O leite materno sem dúvidas possui muito mais ferro quando comparado ao leite de vaca. O ferro presente em leite de vaca e cabra não é suficiente para o bebê, por isso é comum que muitos apresentem anemia logo nos primeiros meses de vida. Com o tempo é normal que o ferro vá diminuindo do leite materno, sendo um processo natural, como se o leite materno preparasse o bebê para a alimentação. Então a partir dos seis meses é importante introduzir alimentos ricos em ferro.

Ajuda no desenvolvimento cognitivo

Um estudo realizado com mais de 12 mil bebês mostrou que crianças que são amamentadas com o leite materno desenvolvem muito mais o cérebro, apresentam melhor desempenho vocabulário e raciocínio. Isso ocorre porque a gordura que está presente no leite materno é constituída de ácidos graxos poli-insaturados, que são responsáveis por formar os neurônios das crianças e favorecer as sinapses nervosas.

Importância da amamentação para a mãe

Sem dúvidas a amamentação não é apenas uma questão para a saúde do bebê, mas é também um momento único e com múltiplos benefícios, onde mamães e bebês iniciam um processo que vai continuar por toda a vida, uma relação emocional aberta e muito saudável. Dentre os benefícios da amamentação para a mãe podemos destacar.

Mãe e bebê deitados

Diminuição da incidência de hemorragias pós-parto e até anemia;

Ajuda e muito na recuperação do peso no período pós-parto;

Facilita o retorno do útero ao tamanho normal;

A amamentação dá às mamães a sensação de bem-estar e de realização;

Estudos comprovam que a amamentação reduz os riscos de câncer de mama e câncer de ovário;

A amamentação também fortalece o vínculo entre mãe e bebês, além de diminuir os riscos de desenvolver anemia, osteoporose, doenças cardíacas, depressão entre tantos outros.

Esses são alguns dos benefícios que o aleitamento materno pode trazer para a mãe e bebê. Caso tenha mais dúvidas é importante sempre conversar com o seu médico.

Saiba mais sobre amamentação

20/07/10 por Haline Madaschi

   

Mais informações por email

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Instagram
YouTube
Facebook