Hábitos comuns que prejudicam a saúde íntima

Alguns hábitos do seu dia a dia podem prejudicar e muito a sua saúde íntima. Saiba mais sobre o assunto no Mundo Mulheres.

Segurando flor

Você pode nem perceber, mas alguns hábitos podem prejudicar e muito a saúde íntima da mulher, pois trata-se de uma região muito sensível. Hábitos como o uso de algum tipo de produto ou mesmo usar por muito tempo uma calça jeans apertada pode facilitar a proliferação de bactérias e fungos na região provocando infecções, além de causar alguns incômodos para a mulher.

Saiba quais são esses hábitos que parecem inofensivos, mas que podem te causar sérios problemas de saúde.

A lavagem das calcinhas

Você sabia que o modo que você lava as suas calcinhas pode influenciar em sua saúde íntima? O que acontece é que muitas mulheres têm o hábito de lavar as calcinhas no boxe, e ainda deixa-las para secar lá. O problema é que o banheiro é um lugar úmido e abafado, o que contribui para o surgimento de microrganismo que podem ser nocivos para a sua região íntima.

Então a melhor forma de lavar as suas calcinhas é com sabão de coco ou produtos específicos, além de coloca-las para secar em ambientes apropriados. Outra dica é que antes de usa-las sempre passar, pois o calor do ferro ajuda a matar as bactérias ou fungos que possam se proliferar na calcinha.

Lavando as calcinhas

Calça jeans apertada

Calça apertada principalmente o jeans Skinny que é o preferido das mulheres também pode ser um grande vilão, pois o jeans abafa a região favorecendo a proliferação de microrganismo que alteram o PH íntimo, podendo gerar uma infecção. Então o ideal é evitar ao máximo usar jeans todos os dias, principalmente se você trabalha sentado o dia inteiro.

Calça jeans apertada

Absorventes diários

Os absorventes diários são vendidos de monte em lojas de produtos de higiene, farmácias e supermercados, mas ginecologistas não recomendam o seu uso, pois eles também são grandes proliferadores de bactérias e fungos. Os absorventes diários abafam a região íntima, assim alterando o PH deixando à mulher mais propícia as infecções como a Vaginite.

Calcinha e absorvente

Biquíni molhado

Permanecer um longo tempo com o biquíni molhado depois de tomar um banho de mar ou piscina, principalmente no verão também pode ser um grande perigo. Isso porque a região íntima fica muito tempo molhada e abafada o que também é propício para proliferação de bactérias, além dos fungos e bactérias que estão na areia da praia e até na água da piscina. Lembrando que o biquíni também deve ser lavado com sabão de coco ou produtos específicos.

Mais sobre Hábitos comuns que prejudicam a saúde íntima

Biquíni molhado

Calcinhas de material sintético

Esse é mais um hábito que prejudica a saúde íntima da mulher. Essas calcinhas realmente são bem bonitas e chamam bastante atenção por causa da sensualidade, mas esses tecidos sintéticos podem causar irritação em algumas mulheres, e essa irritação acaba tirando a barreira da defesa da região, assim a região íntima fica mais propensa às infecções.

Calcinhas sintéticas

Higienização incorreta

Essa é mais um hábito que prejudica a saúde íntima da mulher, podendo causar sérios problemas inclusive a infecção urinária. Por isso o correto é fazer a limpeza da sua região íntima sempre de frente para trás, pois dessa forma as bactérias do trato intestinal não vão invadir o canal da urina.

Mulher no banheiro

Sabonetes comuns

A maior parte dos sabonetes contém PH alcalino, sendo que o da região íntima é um pouco mais ácido, então os sabonetes comuns podem desregular o PH do órgão íntimo. O ideal mesmo é usar sabonetes íntimos que possuem o mesmo PH, outras opções também são os sabonetes neutros e de glicerina.

Mulher tomando banho

Caso perceba alguma mudança em sua região íntima como coceira, vermelhidão ou corrimento é recomendado a procura de um ginecologista para uma melhor avaliação.

Saiba mais sobre saúde da mulher



Mais informações por email.

Comentar sobre Hábitos comuns que prejudicam a saúde íntima

Destaque

Dieta da proteína como fazer

Dieta da proteína como fazer