Corrimento feminino é normal?

O corrimento feminino é um dos problemas que mais afetam as mulheres e uma das causas mais frequentes de visitas ao ginecologista.

Mulher com expressão de dúvidaO corrimento íntimo é mais uns dos vários transtornos que cercam o universo feminino, um problema irritante, porém normal, responsável em levar muitas mulheres ao consultório médico. O corrimento feminino é um tipo de secreção que pode apresentar cor e odores diferentes. Porém, nem toda secreção é sinal de problemas.

Existe uma que é considerada normal segundo especialistas, afinal o corrimento feminino é uma espécie de defesa do organismo, estimulado pelas células do colo do útero. Contudo,  corrimentos femininos com coloração forte, que apresentam coceira, dor, queimação ou lesão podem indicar infecções causadas por bactérias e fungos, esse tipo de corrimento feminino não normal e requer tratamento médico.

                       

Quando o corrimento é normal?

roupa intima pendurada no varal

Como vimos, o corrimento feminino é uma secreção que serve como defesa para o organismo, sendo comum toda mulher apresentar uma pequena quantidade de corrimento, principalmente se estiver em idade fértil. É considerado corrimento feminino normal àquela secreção sem cheiro, com aparência de clara de ovo, de consistência aquosa e coloração esbranquiçada e que não causa coceira. Esse corrimento ou secreção é normal, sendo o resultado da descamação da parede do canal do órgão feminino, influenciado pelos hormônios femininos.

É normal esse tipo de corrimento ou secreção aparecer na época da ovulação, e se tornar mais intensa antes da menstruação. Quando acabamos de menstruar é normal que esse corrimento feminino seja mais fluído e transparente, em pequena quantidade, já próximo à ovulação é mais viscoso e a quantidade é maior. Perto do período de menstruar pode ainda surgir um corrimento branco, seco e que esfarela na calcinha, seu fluxo não é contínuo, não apresenta cheiro e desaparece em pouquíssimos dias.

Corrimento feminino causas

Mulher tomando pílula anticoncepcional

O corrimento feminino que apresenta sintomas desagradáveis como coloração típica, mau cheiro, coceira ou ardor, não é considerado normal e precisa ser tratado, pois normalmente estão relacionados a doenças ginecológicas. Entre as causas mais comuns dos corrimentos estão infecções, reação do organismo a um corpo estranho, vaginose atrófica, comuns em mulheres na menopausa devido aos baixos níveis de estrogênio, gonorreia, tricomoníase, candidíase, infecções e outras doenças venéreas.

Corrimento feminino tipos

A coloração do corrimento pode ajudar a diagnosticar a causa, facilitando assim o tratamento.

Corrimento branco

Corrimento feminino esbranquiçado ou acinzentado, espesso, acompanhado de coceira, ardência ou dor pode ser indícios de candidíase, já se apresentar mau cheiro pode indicar vaginose ou tricomoníase.

Corrimento marrom

O corrimento feminino amarronzado normalmente apresenta essa coloração por conter sangue coagulado e pode indicar infecções, câncer do colo do útero ou do endométrio. Em muitos casos o corrimento marom também pode ser apenas restos de menstruação, sendo muito normal o corrimento marrom nos primeiros dias de gravidez, quando ocorre a implantação do embrião no útero.

Corrimento amarelo

O corrimento amarelo costuma ser a principal causa de infecções ginecológicas, apresenta mau cheiro, ardência e coceira intensa e pode indicar gonorreia e clamídia,

Corrimento feminino tratamento

Mulher conversando com médico ginecologista

O tratamento para o corrimento feminino vai depender de suas causas, alguns corrimentos são tratados com dose única de medicamentos, já em outros casos é necessário o uso de antibióticos por até 14 dias, dependendo da gravidade e do agente causador do corrimento. Porém medidas simples como dormir sem calcinha e usá-las preferencialmente de algodão, não fazer uso diário de sabonetes íntimos e nem usar roupas apertadas, ajudam a evitar o corrimento feminino anormal, é importante também não deixar a calcinha secar no banheiro, pois isso estimula a proliferação de fungos e bactérias.

O corrimento feminino é fácil de ser identificado, basta observar o fundo da calcinha e o papel higiênico ao se limpar, ao perceber qualquer sintoma anormal, consulte um ginecologista para um diagnóstico mais preciso e jamais deixe de fazer os exames femininos preventivos, como o papanicolau, essencial para saúde da mulher.

Acesse o vídeo do portal Mundo Mulheres no Youtube e confira maiores informações, esclarecendo eventuais dúvidas sobre corrimento feminino é normal.

CORRIMENTO FEMININO É NORMAL?

Saiba mais sobre o corrimento feminino

4 votos



Josi
05/10/09



Vídeos Relacionados

Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook