Compulsão alimentar tratamento

A compulsão alimentar precisa ser tratada o quanto antes, tenha uma vida saudável através de uma alimentação equilibrada todos os dias.

Compulsão alimentar tratamento

A compulsão alimentar caracteriza-se por um transtorno que como o próprio nome sugere é o impulso incontrolável que nos leva comer. Diferentemente de outros transtornos alimentares, como a bulimia, por exemplo, em que a pessoa necessita ingerir medicamentos purgativos, mantendo-se em jejum prolongado sob o medo de engordar, na compulsão alimentar a pessoa perde o controle sobre o que come, passando a ingerir alimentos compulsivamente.

Pessoas que sofrem com esse transtorno não comem pela necessidade física, muitas vezes nem chegam a sentir fome, comem simplesmente por puro impulso, sendo que durante um episódio de compulsão alimentar a pessoa pode chegar a ingerir dez mil calorias numa única refeição. Não é raro em alguns momentos sentirmos vontade de comer apenas por pura gula, pois geralmente quando estamos muito ansiosas ou na TPM, usamos desses desejos inexplicáveis na comida como solução mais rápida para nos livrar temporariamente do problema.

E esse desejo nada saudável de aliviar nossos problemas na comida tem uma explicação que vem desde o nosso nascimento, pois segundo os psicólogos, o leite materno além de saciar a fome ainda traz a sensação de conforto e segurança, por isso o ser humano associa comida ao aconchego. É preciso entender que a compulsão alimentar trata-se de um transtorno muito complexo e que precisa ser tratado, pois a pessoa não come por prazer ou porque é desleixada e não liga para sua aparência, há um conjunto de fatores e complicadores que podem agravar a compulsão alimentar, entre eles o hábito alimentar inadequado, estilo de vida, fator genético, dentre outros, podem ocasionar uma compulsão alimentar, mas na maioria dos casos a doença surge relacionada a algum problema emocional, seja uma dificuldade de convivência com os pais ou marido, perdas ou separações, a sensação é de um enorme vazio, um “buraco emocional” instalado dentro de nós, faz com a pessoa acabe se tornando compulsiva em alguma coisa, no caso da compulsão alimentar, inconscientemente a pessoa acaba encontrando o alívio para sua dor na comida.

Depois de um ataque alimentar, muitas pessoas acabam se arrependendo, pois são capazes de perceber um aumento de peso, porém não conseguem se livrar do problema sozinhas, muitos obesos mórbidos começam pela compulsão alimentar e isso gera raiva, vergonha do próprio corpo, baixa autoestima o que leva a mais descontroles. A compulsão alimentar é um círculo vicioso, pois a pessoa sente vontade de comer, come muito rápido e em muitos casos até mesmo escondido, até se sentir “empanturrada”, logo após arrepende-se, sente raiva de si mesmo, acaba se deprimindo e volta a comer.

Mais sobre Compulsão alimentar tratamento

Os principais sintomas da compulsão alimentar são: apetite exagerado, sensação de prazer ao comer, vontade incontrolável de comer principalmente quando se está triste, falta de preocupação com aumento de peso, comer exageradamente e rápido demais, arrependimentos e sensação de tristeza após rompantes alimentares. O tratamento para os casos de compulsão alimentar é multidisciplinar, pois o paciente terá que passar por uma avaliação médica, avaliando não só a questão física do excesso de peso, mas também problemas psiquiátricos, pois na maioria dos casos a compulsão alimentar está atrelada a algum problema emocional, sendo assim a solução e até mesmo a cura para o problema está em enfrentá-lo, em descobrir suas causas e tratá-los, pois atrás desse comportamento compulsivo esconde-se um problema psiquiátrico camuflado, além de uma dieta pobre em nutrientes e vitaminas.
Em alguns casos pode-se usar de medicamentos a fim de equilibrar a química cerebral, é de suma importância um acompanhando psicológico durante todo o tratamento da compulsão alimentar, pois como já citado, muitas vezes o problema tem raiz emocional, necessitando identificar e curar as feridas do passado, para poder avançar, sem culpa, vazio ou tristeza. Após isso se pode iniciar um processo de reeducação alimentar, composta por uma alimentação saudável, equilibrada e frequente.
Ao perceber que algo não está bem ou ao notar qualquer um desses sintomas, busque ajuda médica e apoio na família, pois a escolha de ser feliz está em nossas mãos, por isso não sofra mais.

Saiba mais sobre compulsão alimentar




Josi
03/05/11

Mais informações por email.

Comentar sobre Compulsão alimentar tratamento

Destaque

Dieta da proteína como fazer

Dieta da proteína como fazer