Como funciona a nova licença maternidade

Como funciona a nova licença maternidade

Como todo mundo sabe a licença maternidade durava cerca de 120 dias para que as mamães pudessem cuidar de seus bebês, mas graças a Deus está lei fui mudada e até que enfim as mais novas mamães ganharam mais alguns benefícios para poderem curtir os seus bebês. Em 2010 entrou em vigor a nova licença maternidade, aonde a nova lei ampliou a licença maternidade por mais 60 dias, então a partir de agora as futuras mamães passaram de 120 dias de licença para 180 dias. A futura mamãe continuará recebendo a sua remuneração integral como recebia anteriormente, o qual é pago pela Previdência Social. Neste período da licença maternidade a mamãe não poderá exercer nenhuma atividade remunerada e a criança não poderá ser mantida em creche ou qualquer tipo de organização similar, pois senão a mamãe perderá a sua licença maternidade. Por mais que tenha ocorrido à prorrogação da licença maternidade as empresas não serão obrigadas a prorrogar a licença e somente irão prorrogar aquelas que aderirem ao Programa Empresa Cidadã. As empresas que aderirem ao Programa Empresa Cidadã poderão abater no seu imposto de renda os dois salários maternidade integral. Trata-se de uma lei que tem tudo para ajudar e dar benefícios as futuras mamães, porém por não ser algo obrigatório e de não muita serventia para os empregadores talvez não seja algo que será muito aceito, pois afinal as futuras mamães ficaram seis meses longe do serviço e, além disso, elas ainda poderão adiantar as férias e tirar tudo junto, podendo ficar sete meses longe do serviço.

         
0 voto



Fran
18/02/10


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook
  1. muito boa essa lei

    Natalie Pereira Naty
    05/02/13 às 3:51 pm
  2. Olá,gostaria de saber, se quando a funcionária volta da licença maternidade, se ela pode pedir conta ou existe algum tempo para isso? Ou até mesmo se a empresa pode mandar a funcionária embora e se também existe algum tempo.

    Obrigada!

    Vívian
    05/02/11 às 5:33 pm