Como apimentar a relação a dois


Como apimentar a relação a dois

Que existem vários tipos de beijo isso todas nós já sabemos e conhecemos muito bem, mas o que não sabíamos é que ele sozinho pode ser capaz de revitalizar uma relação desgastada ou até mesmo determinar o fim de um relacionamento.
O beijo na boca é essencial numa relação, pois envolve sentimento e gera cumplicidade e intimidade, tão importante, que no livro Kama Sutra que é considerado o livro mais completo sobre posições sexuais, o beijo ocupa um capítulo inteiro.
Ele pode acontecer em várias horas do dia, pode ser moderno, pressionado, contraído, emotivo, nominal, suave, tateante, apertado, inclinado, direto, diante de tantas opções o que não faltar realmente é o beijo e nem permitir, que assim como o relacionamento ele se perca, caindo na rotina, nos relacionamentos desgastados o contato labial vai se perdendo gradualmente até chegar ao mero selinho, a partir deste momento é preciso atenção, pois quando não há mais vontade em se beijar de língua, em se entregar, o relacionamento fica comprometido, assim como a relação sexual.
Segundo alguns especialistas, o beijo tem grandes semelhanças com o clitóris feminino, pois ambos possuem intensa irrigação vascular e várias terminações nervosas que se escondem sob uma mucosa fina, considerados pontos altamente sensíveis e erógenos, por isso que para muitas mulheres o beijo é essencial na relação, é o início das preliminares, despertando-as para o sexo, acendendo o desejo de se entregarem, portanto é essencial que o casal se beije antes do sexo, não só durante, para que a mulher possa se inspirar, despertando o desejo da entrega e intimidade que o sexo representa. Através do beijo podemos sentir se a relação evoluirá sexualmente ou não, ao encontrar os lábios é que sentimos o despertar ou a morte do amor, por consequência o desejo e o tesão.
A boca é a primeira parte do nosso corpo que nos leva a explorar o mundo, enquanto crianças através do aleitamento materno, ou seja, é pela boca que somos apresentados as noções de prazer, o primeiro deles é a alimentação.
O beijo implica acesso ao corpo, entrega, paixão e quase sempre caminha junto com o amor, não mexe somente como nosso corpo, mas também com nosso psicológico, para revitalizar ou apimentar a relação a dois a dica é simples, combatam a rotina com beijos “calientes” e libidinosos , ou seja, beije muito. Segundo alguns psicólogos a receita para muitos casais que querem driblar problemas conjugais futuros é dedicarem alguns minutos diariamente a se beijarem com entusiasmo, como no início do relacionamento.
Em Seatlle nos Estados Unidos existe uma Academia do Beijo, fundada por um psicoterapeuta depois de ouvir e constatar que a falta de beijo entre os casais costuma ser o primeiro indício de um relacionamento desgastado pelo tempo e consumido pela rotina, esta academia tem por finalidade promover cursos e tratamentos relacionados à falta de beijo como um motivador a vida conjugal.
Invistam em pequenos gestos que podem fazer grandes diferenças, como beijarem-se com paixão todos os dias, muitas vezes por coisas tão simples a relação vai esfriando e o casal acaba por deixar o assunto de lado, toquem-se e sejam amorosos, palavras carinhosas e amorosas nunca fizeram mal a ninguém, doses de amor, carinho, atenção tendem a fazer a libido subir, aumentando assim as relações sexuais, pois o sexo é complemento do amor, e o amor do sexo.

         
0 voto



Josi
22/09/10


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook
  1. O beijo implica acesso ao corpo, a entrega, a paixão e quase sempre (este) caminha junto com o amor, não mexe apenas como nosso corpo, mas também com nosso psicológico. Para revitalizar ou apimentar a relação a dois, é muito simples. Saber que existe o verdadeiro amor para quem se dá este beijo. Pois que confirmam alguns psicólogos, que a receita para muitos casais que querem disfrutar momentos íntimos e conjugais devem dedicarem-se alguns minutos diariamente a se beijarem com entusiasmo, tal como no início do relacionamento

    Emilio Chilanda E. Sipecua
    16/02/14 às 3:55 pm
  2. MUITO BOM AS DICAS…REALMENTE NOS MULHERES NAO SOMOS FACEIS…SOMOS TOTALMENTE DIFERENTE DOS HOMENS!!.!

    erica
    09/03/12 às 10:08 am

X
Curta a página