Candidíase sintomas e tratamento

Embora a candidíase seja uma infecção bastante comum, costuma assustar e incomodar bastante. Confira mais sobre sintomas e tratamento.

O que é candidíase 1

Sabe aquela terrível coceirinha que surge em certos momentos e que quase todas as mulheres têm? Pode não ser tão simples e inocente assim, essa coceira, quando acompanhada de sintomas como ardência e mau cheiro, pode ser um dos sintomas da candidíase, um processo infeccioso que embora seja muito comum em mulheres, costuma assustar e incomodar bastante e requer tratamento médico. A candidíase é uma infecção que precisa de tratamento, causada por um fungo chamado Candida Albicans, que ataca normalmente a região íntima, mas em pessoas com baixa imunidade,  pode se disseminar pelo corpo, sendo considerada candidíase sistêmica.

                       

Cerca de 20% das mulheres desenvolvem naturalmente a candidíase, pois os fungos se proliferam facilmente na região íntima devido à umidade e abafamento do local, mas também pode ser contraída por relações. Embora sejam comuns os sintomas da infecção na vulva e órgão feminino, também podem surgir na boca, pele e intestino. Vejamos mais sobre os principais sintomas e tratamento da candidíase.

Candidíase sintomas

Através de alguns sintomas é possível detectar a candidíase e orientar o tratamento, que pode variar de acordo com o local infectado. Na boca, normalmente os sintomas mais comuns são placas esbranquiçadas, com aspecto cremoso e muito doloroso. Na mulher os principais sintomas da candidíase íntima são coceira intensa (prurido), ardor ao urinar e dor durante relações, vermelhidão na parte exterior e inchaço. Corrimento branco, com aspecto de leite talhado em quantidade variável, também são sintomas da candidíase.

Embora a candidíase seja comum em mulheres, os homens não estão livre desse mal, por isso, caso note sintomas como ardor ao urinar, leve inchaço no órgão, dor durante a relação, assadura na glande e eventual corrimento, semelhante ao sêmen, procure um médico, pois esses são sintomas da candidíase em homens. Já os sintomas da candidíase intestinal são notados por pequenos resíduos esbranquiçados nas fazes.

Casal de costas

Candidíase tratamento

Para o tratamento, é importante em primeiro lugar determinar as causas da candidíase e combate-las para que não se tornem recidivas. Conhecidas as causas, o tratamento é feito a base de antimicóticos e pomadas antifúngicas para a região afetada e caso esse tratamento inicial não surta efeito, o médico poderá prescrever medicamentos de via oral.

Como prevenção, algumas mudanças no hábito de vida podem ajudar a evitar a candidíase, como o cuidado com a alimentação, uma vez que a candidíase pode surgir devido à baixa imunidade. Invista em alimentos que contenham vitamina C, antioxidantes e desintoxicantes, evite o consumo exagerado de doces, carboidratos e laticínios durante o tratamento da candidíase, consuma legumes, verduras e tome bastante água. Também evite o uso de absorvente íntimo que ajuda a manter o local sempre úmido e abafado, dê preferência ao uso de calcinhas de algodão e não use roupa muito apertada.

Mulher no médico

Candidíase na gravidez

As infecções íntimas são bastante comuns na gravidez devido o aumento dos níveis de hormônio o estrogênio no sangue. Com o estrogênios em alta no sangue à tendência é o acúmulo do açúcar, favorecendo a entrada do fungo da candidíase e como a gestação favorece a imunidade mais baixa, a doença se manifesta. As grávidas devem investir na alimentação saudável rica em vitamina C e alimentos antioxidantes que auxiliam no tratamento da doença.

Candidíase na gravidez

A qualquer sinal de que algo não está bem procure seu médico, não se esqueça dos exames periódicos recomendados a toda mulher, pois apesar do tratamento, o melhor ainda continua sendo a prevenção.

Saiba mais sobre esse assunto conferindo o vídeo Candidíase sintomas e tratamento no canal Mundo Mulheres do Youtube:

CANDIDÍASE SINTOMAS E TRATAMENTO

Mais informações sobre candidíase

14 votos



Josi
13/05/10



Vídeos Relacionados

Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook