Anticoncepcional injetável

Saiba o que é o anticoncepcional injetável, como e quando usa-lo e quais as vantagens e desvantagens para o organismo feminino.

Médica-aplicando-anticoncepcional-injetável-em-pacienteOs anticoncepcionais também conhecidos como métodos contraceptivos são maneiras, medicamentos e dispositivos usados para evitar uma gestação indesejada. Alguns desses métodos são reversíveis, ou seja, quando seu uso é interrompido a mulher ainda tem a capacidade de ter filhos, já outros métodos são irreversíveis. O método contraceptivo que está ganhando espaço é o anticoncepcional injetável, que a cada dia conquista mais mulheres em todo o mundo.

Saiba o que é o anticoncepcional injetável, como tomar e quais suas vantagens e desvantagens.

                       

Anticoncepcional injetável o que é

O anticoncepcional injetável é mais um método de contracepção dentre muitos outros disponíveis no mercado. O anticoncepcional injetável apresenta-se em forma de injeção intramuscular de hormônios (estrogênio e progesterona) iguais aos que são produzidos pelo organismo feminino que inibem a ovulação, podendo ser aplicada a cada 30 dias ou a cada 90 dias. Além de inibir a ovulação o anticoncepcional injetável também faz com que o muco do colo do útero fique mais espesso impedindo a passagem dos espermatozoides pelo canal.

Anticoncepcional injetável

Anticoncepcional injetável tomar

Caso opte pelo anticoncepcional injetável mensal ou trimestral, o mesmo deve ser aplicado por um médico ou um farmacêutico por via intramuscular, e ter início entre o 1° à 5° dia de seu ciclo menstrual, ou seja, pode ser aplicada em seu primeiro dia de menstruação até o último dia. A partir de então as aplicações deverão ser feitas a cada 30 dias ou a cada 90 dias, sem atrasar ou adiantar. O anticoncepcional injetável é aplicado em todas as farmácias e posto de saúde, sendo obrigatória a apresentação da receita médica.

Tabela

Anticoncepcional injetável vantagens

A principal vantagem do anticoncepcional injetável é a praticidade de não precisar lembrar-se do seu uso diariamente como a pílula, resumindo em apenas uma dose por mês ou a cada três meses você evita uma gravidez indesejada. O anticoncepcional injetável também reduz a frequência e a intensidade das cólicas menstruais, previne o câncer do endométrio, do ovário, gravidez ectópica, cistos de ovário, doenças mamárias benignas, doença inflamatória pélvica e miomas uterinos.

Anticoncepcional injetável desvantagens

Mulher com dor de cabeça

Como todo medicamento o anticoncepcional injetável também possui suas desvantagens como pequenas alterações no ciclo menstrual, pequenos sangramentos e manchas entre os intervalos das menstruações, sangramentos prolongados, amenorreia, dores de cabeça, dores nas pernas, dores nas mamas, vertigens, ganho de peso entre outros efeitos colaterais que irá se apresentar de forma distinta para cada pessoa.

O anticoncepcional injetável é indicado às mulheres que não conseguem fazer uso das pílulas, por isso antes do seu uso é importante à consulta com um ginecologista.

Saiba mais sobre anticoncepcionais

2 votos






Vídeos Relacionados

Mais informações por email.